KINESIO TAPING: Guia completo sobre o uso

Kinesio taping é um método considerado novo, que se tornou muito conhecido nos últimos 10 anos, depois da grande divulgação gerada em amplos eventos, como os jogos olímpicos.

Desenvolvida originalmente em 1973 por Kenzo Kase no Japão, é conhecida como bandagem elástica, sendo projetado idêntico à pele humana.

 O Kinesio taping consiste em uma fita livre de látex, exibe o seu efeito por meio do acionamento de sistemas neurológicos e circulatórios com capacidade adesiva acrílica e acionada pelo calor do corpo, composto por fio elástico de polímero envolto por fibras de algodão (100%).

Suas qualidades excedem as fitas na maioria das vezes usadas em bandagens por aceitar secagem rápida, maior tempo de uso e ser mais fina e mais elástica, o que permite envolver tecidos e articulações com maior precisão.

A fita elástica de látex Kinesio taping, tem mais ou menos a mesma espessura da epiderme e pode ser estirado entre 30 e 140% do seu tamanho de folga longitudinalmente e pode ser usado para vários dias sem remoção.

Além de ser elástica, ela é fina, porosa, não há medicamentos, estende somente no sentido longitudinal, tem espessura e peso igual a pele e pode ser usada durante vários dias, 100% de cóton, não tem função de imobilizar, a cola é 100% acrílica e sensível ao calor.

Precisa ser colocada com a pele limpa e seca, em procedimentos corretivos necessita ser colocado com toda a tensão, em alguns métodos de aplicação ela pode ser cortada em várias partes.

O terapeuta determina durante a avaliação do paciente qual será nível de tensão irá colocar a bandagem, provocando circunvoluções sobre a pele.

Essas circunvoluções, promovem uma elevação da epiderme, diminuindo os estímulos nociceptivos.

Portanto, o Kinesio taping é colocado na região que caracteriza a origem do músculo para inserção com intensa tensão ou seja 50 e 75% do seu tamanho comum pode aprimorar contração do músculo.

Já o oposto, a bom emprego do Kinesio taping na região da inserção do músculo para a origem com frouxa tensão, ou seja, 15 % e 25 % de seu original tamanho convém para promover sua inibição.

Com base nesses elementos o objetivo deste texto foi conseguir um levantamento sobre os escritos relacionados ao Kinesio taping para descrever os princípios do método e observar seus efeitos e indicações.

kinesio taping   COMO QUE FUNCIONA A KINESIO TAPING?

O Kinesio taping é um instrumento complementar a intervenção terapêutica tantas vezes em pacientes atletas como em pacientes convencionais, de tal maneira que sua importância nos estudos tem um aumento expressivo nos últimos anos.

Seu mecanismo de funcionamento está com apoio na direção e bom emprego da tensão. Dr. Kase expôs as aplicações para “facilitação muscular” e “inibição muscular”.

Importante destacar que existe aceitação entre os mesmos nos quesitos básicos da Kinesio taping, no que se menciona às formas de aproveitamento, preparo da pele, posicionamento, tensão, direção e tempo de uso.

FORMAS DE APLICAÇÃO

Em meio as formas de utilização do Kinesio taping, o corte da fita deverá ser em “Y”, “I”, “X”, “ventilador”, “teia” e “rosquinha”, o que irá depender da dimensão do músculo afetado e do tratamento almejado.

Essas formas de aplicação são utilizadas, ao mesmo tempo, para fraqueza muscular, dor e edema, correção biomecânica, drenagem linfática, edema focal ou área específica.

A pele precisará estar livre de loções ou óleos hidratantes antecipadamente à aplicação. Ao tirar o papel protetor do adesivo, menor contato precisará ser feito para que não aconteça redução da capacidade de aderência, com isso, não se precisa retirar a proteção adesiva inteiramente.

A base da fita deverá ser colocada há 5 cm inferiormente da origem ou acima da inserção, sem botar tensão, para impedir desconforto. Após botar o músculo em alongamento, a fita elástica tracionada precisará ser aplicada sobre o mesmo.

Se a Kinesio taping estiver esticada em demasia, acontecerá redução dos seus efeitos, deste modo, é melhor que exista menor tensão do que excessiva.

Ajustada por porcentagem, essa tração da fita elástica é dita como um dos fatores primordiais para o sucesso da aplicação, sendo: tensão total 100%, intensa 75%, moderada 50%, apenas a retirada do papel protetor ou leve 15-25%, muito suave 0-15%, nenhuma tensão 0%.

A direção na qual a fita precisará ser colocada estar sujeito da finalidade do tratamento. Como regra fundamental, coloca-se da inserção na direção da origem muscular para bloquear a função muscular em situações agudas, motivado por estiramento muscular.

No caso de músculos cronicamente enfraquecidos ou quando se almeja aumento da contração/ativação muscular, a Kinesio taping necessitará ser dirigida da origem para inserção

Em cerca de 10 minutos o paciente não irá sentir mais sua presença na pele e em cerca de 20 minutos terá ocorrido colagem total à pele. A aplicação precisará continuar por 3-5 dias, quando acontece diminuição do polímero elástico

banner bandagem

OS PRINCIPAIS EFEITOS DO KINESIO TAPING

De acordo com seu criador, a Kinesio taping proporciona:

  • Correção da função muscular por fortalecer músculos fracos;
  • Estímulo cutâneo que facilita ou limita movimento;
  • Auxílio na redução de edema por direcionar exsudatos em direção a ducto linfático e linfonodos;
  • Correção do posicionamento articular por amenizar espasmos musculares;
  • Redução e controle da dor por vias neurais;
  • Inibição e facilitação da atividade motora;
  • Corrigir desalinhamentos articulares.

Além disso, o uso do Kinesio Taping poderia alterar o padrão de recrutamento de fibras musculares através de mecanismos de inibição e excitação neuromuscular, efeitos esses já observados em alguns estudos.

O recurso permite, ainda, a recuperação da parte lesionada sem diminuir sua função corporal cujo princípio de ação se baseia no estímulo sobre os receptores sensoriais, o aumento do espaço entre a pele e músculo lesionado, a melhora da irrigação, o favorecimento da drenagem linfática, a associação da descompressão e a diminuição dos processos inflamatórios.

Com tantos aceitáveis benefícios, além de seu uso em condições ortopédicas clássicas, passa a existir aplicações em várias afecções como, por exemplo, acidente vascular encefálico, sialorreia na paralisia cerebral, esclerose múltipla, pós-mastectomia, entre outros.

kinesio tape

CONCLUSÃO

Percebe-se que a utilização do Kinesio Taping é bastante ampla, podendo ser recomendada para prevenção e tratamento de várias doenças e disfunções.

Deve-se atentar para uma avaliação planejada do paciente, com técnicas precisas, para que a indicação da Kinesio Taping seja bem-sucedida e evidencie efeitos relevantes, do ponto de vista científico.

Lembra-se que a Kinesio Taping promove maiores efeitos quando em associação a diferentes programas terapêuticos. A mesma não reduz os movimentos funcionais do corpo, além de proporcionar baixo custo quando comparada com outros métodos de reabilitação.

Dentre os principais efeitos positivos o Kinesio Taping como recurso terapêutico colabora para melhoria do padrão de movimento, melhora da coordenação motora e aumento da independência funcional.

Depois de ler este conteúdo, você já está mais informado sobre a mecanoterapia, certo? Ainda tem dúvidas sobre o assunto ou quer acrescentar alguma coisa? Então, conte para a gente nos comentários!

 

Felipe Ricardo

Felipe Ricardo

Felipe Ricardo – Apaixonado pela fisioterapia. Fisioterapeuta – CREFITO14/235419-F.
Pós-Graduado em nível de Aperfeiçoamento em Perícia Judicial certificado pela ABRAFIT, Especialista em Fisioterapia Intensiva certificado pelo ICF, Instituto Camilo Filho.
Felipe Ricardo

Últimos posts por Felipe Ricardo (exibir todos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *